sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O grupo



O Coral Vértice é um grupo vocal masculino fundado em Outubro de 1974 por membros do Coro Gulbenkian. O grupo interpreta música da Idade Média até aos nossos dias, incluindo música erudita – sacra e profana – e tradicional, com especial relevo para a Música Portuguesa. Na interpretação da chamada Música Antiga, acompanha as mais recentes directivas de investigação musicológica, tanto no que se refere ao rigor interpretativo como ao efectivo vocal utilizado. Assim, na interpretação de obras dos períodos medieval, renascentista e maneirista, utiliza vozes de contratenor, procurando, desta forma, dar a ouvir a música do tempo de Palestrina, Victoria, Josquin Desprez, etc., com a cor vocal para que a mesma foi escrita. Associa-se, por vezes, a grupos instrumentais, para a realização de concertos de Música Antiga vocal e instrumental.

O Coral Vértice realizou, até ao presente, mais de oito centenas de concertos. Apresenta-se com regularidade em numerosas localidades do País, quer integrado na programação de festivais de música – Figueira da Foz, Leiria, Óbidos, Mafra, Algarve, etc. –, quer em iniciativas promovidas pelo Ministério da Cultura, pela Fundação Calouste Gulbenkian ou pelas autarquias locais. As suas actuações têm lugar em salas de concerto – Teatro Municipal de São Luiz, Teatro da Trindade, etc. –, museus – Museu Nacional de Arte Antiga, Museu Gulbenkian, etc. –, palácios – Palácio Nacional da Ajuda, Palácio Nacional de Mafra, etc. – e espaços especialmente adequados à divulgação da Música Antiga Portuguesa, como o Mosteiro dos Jerónimos ou a Igreja de São Miguel, em Alfama (Lisboa). Em 1995, apresentou-se na Assembleia da República, na sessão solene comemorativa do 50.º aniversário da Organização das Nações Unidas, com a presença do então Secretário-Geral, Boutros Boutros-Ghali. Em 1998, esteve integrado na programação da Expo ’98, nomeadamente no concerto de homenagem a Carlos Paredes. Em 2007, apresentou-se no Mosteiro dos Jerónimos, no âmbito da programação do Fórum Cultural para a Europa, organizado pelo Ministério da Cultura por ocasião da Presidência Portuguesa da União Europeia. Em 2009, participou nas Comemorações do Centenário do Comité Olímpico de Portugal. A nível internacional, deslocou-se, em Junho de 1978, ao Canadá, onde, a convite da comunidade portuguesa local, realizou vários concertos.

O Coral Vértice gravou já dois discos: um primeiro, em 1978, com música popular, e um outro, em 1988, intitulado Matinas do Natal, com música de autores portugueses dos séculos XVI e XVII. Gravou também programas para a RTP e para a RDP, tendo participado nas emissões internacionais da Antena 2 realizadas no Natal de 1990 a partir do Convento de Mafra. Finalmente, colaborou na banda sonora de um documentário filmado sobre Portugal e o estilo manuelino e, em 1988, participou na banda sonora e fez parte do elenco de um filme sobre a Inquisição Ibérica, uma co-produção de várias estações de televisão.

O Coral Vértice teve como Directores Musicais Manuel Marques Aires, João Crisóstomo, Fernando Eldoro e Victor Roque Amaro. Actualmente, é dirigido por Sérgio Fontão.

2 Comentários:

Blogger Tim disse...

Sugestão de Blog

http://coraldaufv.blogspot.com/

Abraço

1 de setembro de 2008 às 06:32  
Blogger Ricardo Jorge disse...

Podiam abrir um Item de Vértice e o Passado :
- Concertos Passados
- Elemntos de Formações passadas
- Maestros
- Etc ....

Podiam também abrir O Grupo no FACEBOOK era uma forma de reunir fãs do Canto Coral e dos Vértice.

22 de julho de 2010 às 05:29  

Enviar um comentário

Subscrever Enviar comentários [Atom]

<< Página inicial